Mestre, me entenda!

Share:
Resolvi começar o 'Post" de hoje com essa frase: Mestre, me entenda!
Mais por quê? entender o quê?
Vamos entender!

Certamente a profissão de Mestre(também referindo-me a professores e etc) é um profissão difícil, muito difícil. Pois lida com pessoas e pessoas são difíceis de se lidar.
Horários, pontualidade, treinos que satisfação os alunos, tem que saber cantar, jogar, lutar...perguntam coisas inimagináveis. E temos de ter a coerência de saber um pouco de tudo.
Em contra partida, o aluno é o rei do "me entenda"!
  • Mestre, me entenda por quê não tenho dinheiro para a mensalidade.
  • Mestre, me entenda o por quê eu não estou indo treinar.
  • Mestres, me entenda por quê não fiz aquela tarefa.
  • Mestre, me entenda por quê cheguei atrasado...Mestre, mestre, mestre!
Quantos de nós, não ouvimos isso?
Talvez semanalmente...

Mais ser mestre, é ser uma pessoa como qualquer outra. Tem problemas, frustrações, sonhos, felicidades e tristezas.
 
Mais já parou para pensar no que acontece se o mestre passar por algum problema?
Com toda certeza, a primeira coisa que acontece é sai vários alunos da academia.
Mais se pudéssemos perguntar, vocês imaginariam quais motivos eles alegariam?
Imagino alguns:
  • Os treinos já não são mais a mesma coisa
  • O mestre não quer mais saber de capoeira
  • há cara, não dava mais para mim
  • preciso de uma pessoa pra cima de bem com a vida!
Motivos: Realmente não faltam!

Mais quantos deles lembraram de perguntar ou se informar pelo que o mestre passa?
A perda de um ente querido, problemas familiares, saúdes, frustrações, entre outras afetam os mestres.
Apoie mais o seu mestre, cuide dele!

Temos que rever a maneira que cuidamos de nossos mestres!

4 comentários:

  1. realmente concordo!!!
    devemos cuidar e entender mais nossos mestres, pois eles são digamos assim ,, nosso segundo pai.que nos orienta a não seguir o caminho ruim da vida e esta sempre nos escutando e orientando quando precisamos.

    ResponderExcluir
  2. Este video da campanha "mãos dadas pela capoeira" reflete a dimensão que a capoeira pode atingir, trabalhando desde a pessoa com necessidades especiais como forma de inclusão social até a parte marcial da capoeira, sem falar da rotina que os filmes tem apresentado no seu cotidiano engramdecendo mais e mais nossa arte, principalmente que todos nós sabemos que a capoeira é uma forte ferramenta das políticas de garantia de direitos.

    By: Fernando Sampaio.Belém-Pa.
    Conselheiro Tutelar, Educador Social e Capoera.

    ResponderExcluir
  3. Obrigado Fernando,
    Sua opinião foi muito boa.
    Esperamos sempre sua participação e de seus amigos!

    ResponderExcluir

Obrigado por dividir conosco sua opinião.
Para nós ela é muito importante!

Abraços,