Pensamento sobre UFC Rio e a Capoeira - Opinião

Share:
Foto de Márcio Codagnone
Hoje me perguntaram o que achei do UFC Rio e respondi que não acho nada, aliás acho algumas coisas mais negativas do que positivas. Ouvi dizer que o Brasil já é o terceiro mercado só ficando atrás do Estados Unidos e do Canadá. Este fato me chama atenção já que o EUA estão em constantes confrontos militares e pouco pensam sobre a paz mundial. E nós brasileiros vemos vários atos de violências em nossas cidades. Não é a toa que pensamentos como pena de morte crescem em nossa sociedade e o sucesso UFC é um reflexo disso. Ao ver aquelas pessoas gritando euforicamente na plateia me levou a pensar o tamanho da influência americana e da globo nisso tudo que aliás percebeu um excelente mercado para continuação de seu domínio. O UFC me remeteu ao Antigo Coliseu como diz o Galvão Bueno os gladiadores se confrontavam só q hoje o dinheiro é o quem manda, talvez ele seja os leões da atualidade. E as meninas esperando para ver quem é o Macho dominante, ainda por cima já querem que o MMA vire esporte olímpico e já tem Deputado correndo para formar escolas de MMA no Brasil. Me desculpem mas Vitor Belford, Aldo ou qualquer outro lutador desse não são heróis coisa nenhuma. O Mais engraçado disso é que as pessoas acham que a capoeira é violenta ou será que nossa sociedade não aprova a cultura Afro-brasileira? ou ainda a capoeira surgiu dos pobres? pq outras lutas de origem estrangeiras tem um incentivo dos nossos governantes e da Elite de nosso país? Quero só ressaltar que Capoeira e outras modalidades tem princípios filosóficos por trás de cada uma delas e tem como propósito evitar o confronto e agora lhe pergunto qual é o propósito do MMA? Desculpe irmão e irmãs, mas isso é um desabafo e todos podem concordar ou não, mas essa é minha opinião.

Márcio Codagnone
Contatos: codagnone@gmail.com

Conteúdo retirado do site de relacionamentos(facebook) e autorizado pelo autor a sua postagem.

4 comentários:

  1. Tenho um pensamento totalmente diferente do seu, acredito que o esporte é o meio mais relevante para atrair crianças a educação e avastá-las das Drogas. Ai talvez vc faça a seguinte observação, mais socando um ao outro... Bem Acredito que como todo o esporte e principalmente os de contato, tem aspectos que talvez não agradem a todos, porém são pessoas preparadas e conscientes do que estarão passando dentro de um ringue. Se pegarmos os números acredito que o esporte e principalmente as lutas, tiram mais crianças das Drogas do que qualquer outro. E comparar o esporte a influências políticas que possam gerar guerras, me desculpe mais é uma tremenda bobagem. Agora dizer que são espertos pois viram um mercado promissor e com vontade de gastar R$ e a globo aproveitou isso sim, concordo e digo mais, enquanto outros esportes não tiverem esse pensamento de se organizarem e gerar negócios, iram ficar sempre pedido esmolas(patrocínios).

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Equipe pelo seu comentário...é muito importante expor nossas ideias pois tornamos nossa cultura mais forte!

    ResponderExcluir
  3. Ninguém está falando que UFC gera guerra, estava dizendo q o UFC é reflexo de uma sociedade violenta e seu sucesso tem haver com isso. Falar que o brasileiro é um povo pacifico para mim é ir contra a realidade. Em relação as lutas ninguém é contra elas, só que por trás delas se for olhar suas origens e histórias elas tem filosofia coisa q não encontro no MMA elas surgem na maioria das vezes por necessidade de liberdade de povos que vem sendo oprimidos e ultrapassa o confronto Brasil x EUA como acontece UFC. Desculpe e não quero q pareça preconceituoso, mas o Jiu Jitsu por exemplo teve sua origem no Japão e no Brasil sua difusão teve incentivos grandes por quem iniciou cm está luta foi uma família de poder econômico maior e que logo atingiu a alta sociedade Carioca e você vai me dizer q não existe influencia politica? me desculpe você está equivocado. Acredito que é preciso uma organização mesmo de todas as lutas, mas não podemos ser hipócritas e acharmos que não existe preconceitos em relação principalmente a Capoeira que surgiu de uma camada da população mais pobre e hoje no Brasil ultrapassamos 500 milhões de praticantes. Não tenho nada contra de quem gosta e luta MMA inclusive tenho amigos que praticam mas é preciso um olhar atento na formação de cidadãos críticos e conscientes que não aceitam a imposição da mídia.

    ResponderExcluir
  4. Obrigado Márcio por expressar sua opinião.
    Este espaço é aberto a todos, acreditamos que debatendo, expor ideias é algo de extrema necessidade para a capoeira.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir

Obrigado por dividir conosco sua opinião.
Para nós ela é muito importante!

Abraços,