Tucumã Brasil - Plataforma de difusão cultural

2017

Melhor do Facebook

Leave a Comment

Hoje é um dia especial na capoeiragem do Rio de Janeiro, Mestrando Chacal depois de ser indacado pelo Mestre "Farmácia" e submetido a uma banca da FCDERJ, quatro anos depois recebe o certificado das mãos do Conselho de Mestres (cordéis brancos), que lhe confere o status de Mestre de Capoeira. Em razão da ausência de seu Mestre, bem como, em respeito, a Corda-Vermelha por ele escolhida foi entregue pelas filhas, nada mais justo.
Que Deus ilumine seus caminhos, não sem antes dizer-lhe, que sua História começa aqui. Boa Sorte Capoeira.
A Corda-Vermelha foi instituída pelo Grupo Senzala há 47 anos, hoje utilizada por muitos Mestres de Capoeira.
Fundada em 1995, a FCDRJ através do primeiro Presidente, Mestre Martins, depois de aceitar a sugestão do Mestre “Pipoca”, passou a reconhecer o sistema de graduações baseado nas cordas nos moldes do Grupo Senzala como tradicional e o sistema de graduações baseado nos cordéis como oficial.
Por este motivo, muitos mestres de Capoeira optam pela Corda-Vermelha. Não obstante, poder usar, também, o Cordel Branco e Verde se o evento for oficial. Acreditamos, que essa forma democrática de reconhecimento, foi que determinou o fim das controvérsias e animosidades na busca da supremacia através da violência.
Entretanto, é pura fantasia, um capoeirista deter nomenclaturas que determinam estar acima de um Mestre de Capoeira, pois, a sabedoria, o trabalho e as atitudes é que ditarão o grau de respeitabilidade que terá no mundo da capoeiragem. E isso é imutável
Curtir ·  ·  · há 4 minutos próximo a Rio de Janeiro ·