Destaques

Resposta Omri Ferradura: Capoeira e Política - Qual lado você está?

Me posicionando diferentemente do que propõe e estimula o Omri Ferradura, trago meu ponto de vista contrário e em que acho que devemos ser isentos politicamente.

A primeira pergunta que ele faz é a seguinte: Capoeirista não se mete em politica?

Ele responde fazendo uma referencia histórica as maltas do seculo 19, que "pintavam e bordavam" nas épocas de eleições, ditando o destino dos partidos conservador ou Liberal.

Realmente Omri ferradura, as maltas eram um tipo de mercenários, pessoas de toda a natureza de tipos, que era pagos para através da violência, mudar os rumos da politica. Se envolvendo por dinheiro nessas decisões. Matando, esfaqueando, incendiando, estuprando e estudo mais que pudessem fazer.

Tanto é que a capoeira colapsou e entrou através do decreto 847 no código penal brasileiro, de 11 de Outubro de 1890.

Pulando mais pra frente no seu texto, você pergunta: Será que o capoeira não se mete em política?

Em sua resposta, você conta como o negro foi "usado" como arma política. 

Bem, eu te digo que a população em geral sempre foi utilizada da maneira que eles queriam, por isso são dominantes. Por isso nos chamam de "massa"...de manobra.


Você diz: Não é desrespeito com a imagem dos mestres?

Você responde basicamente que desrespeito é votar no Bolsonaro, sem citá-lo, pois ele compara os "negros" e somente os negros, como animais.
Bem, a participação indígena na capoeira nem foi citada e depois eu explico isso.

Refere-se também ao mesmo candidato, dizendo que o mesmo extinguirá ao ministério da cultura.

Sobre isso o que posso falar é o seguinte: a alguns anos, uma parte dos capoeiras abriu o olho com a entrada do PT no governo federal e vendeu-se partidariamente.
Notei que muitas da angola e outros perceberam a "oportunidade" que se abriu com isso.

Passaram a militar partidariamente dentro da capoeira. Em troca, muitos recebiam "incentivos" para pesquisas e projetos. 
Detalhe, eram apenas agraciados os que tinham "apadrinhamento" e militância politico partidária na capoeira, aproveitando de atributos legais para isso.

Dentro do seu texto você diz que: "...desrespeito é ver capoeirista defendendo quem humilha mulheres no momento em que estamos vivendo, pela questão do seu crescimento e força.

Fala sobre ancestralidade e mostra sobre o respeito que temos que ter, por questões históricas dentro da nossa capoeira.

Bem verdade!

Só que, historicamente não dá pra entender você.
o que é "agradável" e conveniente pra você, é usado como exemplo.

Quando eu comecei capoeira na década de 90, mulheres não podiam tocar atabaque, pela questão "histórica e religiosa" do instrumento.

as mulheres não podiam adentrar dentro deste universo característico de homens.
Graças a Deus as coisas mudaram.
Capoeira era coisa de bandido, era ambiente pesado, os capoeiristas protegiam os terreiros contra a policia.
Na capoeira era tradição a mulher barbada. Bebida alcoólica.

A capoeira se transformou essencialmente e profissionalmente.

Muitas das coisas que os antigos faziam, hoje não é mais licito, não é correto.
Mulheres serviam como moeda de troca e agrado, na conotação sexual, aos mestres que vinham de fora, para os nossos eventos.

Então eu te pergunto, vamos continuar falando de historicidade ou só usarmos as partes que nos interessam?


Hoje temos a chance de mudar a capoeira e algumas vertentes tortas que incluíram em nossa arte.

Eu acredito que como pessoa, você pode tomar partido, pode protestar, mas existe uma necessidade da capoeira se manter neutra nisso tudo. 
Até por causa da grande sujeira que existe em nossa politica e também em nossa arte.
Eu não interfiro na religião, ou escolha politica de um aluno, ele é livre pra pensar e fazer as suas escolhas.
O que me cabe, é orienta-lo e esperar que ele siga em um caminho de evolução e  maturidade.
Já vi diversas vezes alunos terem que seguir os ideais políticos de seus mestres ou ate serem expulsos de sua academia por não terem a mesma visão. 
Já presenciei rodas, que pessoas foram convidadas a se retirar apenas por não terem as mesmas opiniões em questões de politica partidária e também religiosa!

Bem galera, não estou aqui pra pedir seu voto pra ninguém.

A ideia não é essa.
Se fosse um outro candidato, a opinião seria a mesma.
Deixem nossa capoeira de fora disso, façam como pessoas individuais e não em nome de um coletivo.

Espero que isto te ajude a refletir melhor, se você concorda comigo fico feliz, mas se não concordar, respeito sua opinião.


E falando de opinião, deixe a sua ai nos comentários.


Grande abraço a todos!


Link do site contestado: http://www.capoeirariodejaneiro.com.br/pb/geral/capoeira-e-politica/


Siga-nos! Tucumã Brasil Acesse: https://www.tucumabrasil.com.br Hangout: info@tucumabrasil.com.br Whatsapp: +55 91 983156878 https://m.facebook.com/Tucumabrasiloficial www.youtube.com/tucumabrasiloficial

Um comentário:

  1. Concordo plenamente e acrescento que a capoeira e livre disso e o capoeirista tem sua escolha particular, não se pode falar em nome de uma arte toda cada qual com seu cada qual

    ResponderExcluir

Obrigado por dividir conosco sua opinião.
Para nós ela é muito importante!

Abraços,